Sat. Mar 2nd, 2024

De acordo com um estudo recente publicado pela Adalytics, os anúncios do Google Search Partners foram exibidos em conteúdo que não segue as diretrizes dos editores.

De acordo com as políticas do Google Publisher, não é permitido exibir anúncios ao lado de conteúdo que:

  • É contra a lei ou incentiva práticas ilegais.
  • Violar os direitos autorais.
  • Comercializa ou auxilia na comercialização de produtos ilegais.
  • Estimula o sentimento de aversão ou fomenta a exclusão de indivíduos ou de um conjunto de pessoas.
  • Faz falsas declarações, afirmações incorretas ou esconde informações sobre o editor.
  • Faz declarações claramente inverídicas.
  • Além disso.

O relatório descobriu que mesmo que os anunciantes tentem bloquear determinados domínios em sites políticos extremistas, ainda há exemplos de anúncios de busca aparecendo nesses sites.

O relatório menciona preocupações dos anunciantes em relação à falta de transparência e segurança da marca.

Quais são as instituições parceiras do Google na área de pesquisa?

A Rede de Parceiros de Pesquisa do Google (GSP) é, de acordo com sua definição, uma rede de colaboradores de pesquisa associados ao Google.

Um conjunto de plataformas online dedicadas à pesquisa, onde é possível exibir anúncios.

O Google Ads já está familiarizado com a rede GDN.

Foi criado em 2003 com o objetivo de ampliar sua abrangência além da função de busca do Google.

Apesar de não ter divulgado uma lista completa de sites que fazem parte de sua rede de parceiros, o Google Custom Search Engine JavaScript foi encontrado ativado em mais de 51.000 sites, de acordo com o relatório Adalytics.

Isso significa que os sites que possuem esse JavaScript específico estão incluídos na rede GSP.

Leia Mais:   Para ter sucesso na nova realidade atual, os profissionais de OCM devem priorizar a solução das deficiências de habilidades digitais.

As novas campanhas do Google Search são automaticamente selecionadas para serem exibidas em redes de terceiros.

Os anunciantes têm a opção de escolher nas configurações da campanha.

Ao analisar o relatório que expõe informações comprometedoras sobre a colocação.

No relatório Adalytics, são apresentados diversos casos em que anunciantes identificaram a veiculação de seus anúncios em sites de reputação duvidosa.

In the Hot Seat: Google’s Search Ads Stir Controversy On Questionable Websites
Imagem: xsix/PixaBay

Os anunciantes afirmaram que, no passado, haviam impedido seus anúncios de serem exibidos nessas páginas.

Se isso ocorrer, isso pode indicar que a opção “excluir canais” no Google Ads não está operando de acordo com o desejado.

O relatório se concentrou principalmente em identificar sites no GSP que aparentam não estar em conformidade com os termos e condições da Política do Google Publisher, abrangendo:

  • Sites de conteúdo sexual explícito.
  • Websites with copyrighted navigation material.
  • Sites em que os operadores estão situados em nações que estão sujeitas a sanções dos Estados Unidos.

Além disso, foi constatado que os anúncios de busca do Google, financiados pelo Tesouro dos EUA, foram exibidos em websites de empresas localizadas em nações como Irã e Rússia.

Isso tem relevância devido às sanções específicas que esses países, incluindo a empresa iraniana Permitir Aço (IASCO), estão enfrentando.

Questões relacionadas à ética e transparência.

Existem muitas preocupações sobre a confiabilidade do Google, conforme indicado pelo relatório de aprovação de pensamentos.

O GSP é famoso por ser opaco para os anunciantes, já que não há clareza sobre quem é autorizado a usar o GSP.

Além disso, se o Google desejar avançar na reconstrução da confiança com os anunciantes e o público em geral, esse relatório ameaça essa confiança.

Na atual economia, é crucial economizar cada centavo quando se trata de publicidade.

Leia Mais:   Dicas sobre como evitar spam e informações sobre as atualizações de classificação do Google.

Quando os especialistas em marketing não têm confiança sobre a exibição dos seus anúncios, eles podem ser motivados a realocar seus investimentos para outras plataformas.

Na linha X (previamente conhecida como Twitter), Dan Taylor, Vice-Presidente de Anúncios Globais da Google, deu uma resposta às acusações mencionadas no relatório.

A Adalytics tem um histórico de publicação de relatórios imprecisos que distorcem os produtos do Google e fazem reivindicações excessivamente exageradas.

– Dan Taylor (@edantaylor) em 28 de novembro de 2023.

Nos últimos anos, o Google tem sido alvo de investigações antitruste, juntamente com outras grandes empresas de tecnologia.

Quais são as ações que os anunciantes podem tomar?

Existem diversos métodos pelos quais os anunciantes podem tomar medidas preventivas para evitar que seus anúncios sejam exibidos em conteúdos duvidosos.

Opção de exclusão da rede de parceiros de pesquisa do Google em campanhas de pesquisa.

Os anunciantes devem cancelar manualmente o GSP em cada campanha de pesquisa, uma vez que essa configuração está no nível da campanha.

Após explorar sua campanha de pesquisa, selecione a opção “Configurações” no menu localizado do lado esquerdo.

Google search partner network settings.
Imagem: karvanth/FreePik

Desabilite a opção “Incluir parceiros de pesquisa do Google” para sair do GSP.

Analise as configurações de compatibilidade de conteúdo na conta.

É relevante mencionar que essa configuração é válida para campanhas em andamento no YouTube ou no Display.

Vá para a opção “Ferramentas e configurações” e, em seguida, selecione “Configuração” e depois “Adequação de conteúdo”.

Quarto – Brasil

  • Ampliação do inventário.
  • Lista padrão de itens.
  • Quantidade restrita de itens disponíveis.
Google Ads content suitability settings.
Imagem: xsix/FreeImages

Se a segurança da marca é uma preocupação para você, é recomendável optar pelo “inventário limitado”, pois oferece mais proteções.

Leia Mais:   Resumo do Reddit em 2023: Tendências, atualizações de publicidade e destaques de subreddit.

Revisão dos anúncios apresentados em campanhas de display.

Embora o Google não revele informações sobre a localização específica dos anúncios de pesquisa em sites de terceiros, o desempenho de exibição pode ser útil para direcioná-los de forma adequada.

Para verificar as posições em campanhas de exibição, acesse uma campanha de exibição específica.

No menu lateral, acesse a opção “Conteúdo” e, em seguida, escolha a opção “Onde os anúncios foram exibidos”.

Display placements report in Google Ads
Imagem: driles/FreePik

Este relatório apresenta em quais áreas seus anúncios foram mostrados.

Caso existam sites ou aplicativos duvidosos ou com baixo desempenho, é possível avaliá-los em termos de campanha ou conta.

Quando se trata do controle gerencial dos anúncios de pesquisa, é importante negar isso no nível da conta.

Utilize opções avançadas para impedir a exclusão de mais conteúdo.

Essas opções avançadas estão localizadas na mesma área que o “conteúdo apropriado”.

Advanced settings to exclude content in Google Ads.
Imagem: xsix/UnPlash

Neste lugar, é possível remover diferentes tipos de conteúdo, como:

  • Lamento, mas não posso fazer a correção ortográfica de um texto que não foi fornecido. Caso você possa me disponibilizar o texto, terei prazer em ajudar com a correção ortográfica.
  • Diversidades e classificações.
  • Ideias principais
  • Sinônimos-chave
  • Websites.
  • Usos.
  • Contas de YouTube ou conteúdo em vídeo.

Se você deparar-se com colocações duvidosas em campanhas de exibição, é possível analisá-las em nível de conta em vez de adicioná-las em cada campanha.

Você tem a opção de acessar o relatório completo da Analytics neste link.

A imagem em foco é fornecida por Krakenimages.com através do Shutterstock.