Mon. Mar 4th, 2024

Em breve, os responsáveis pelo YouTube terão que seguir novas diretrizes relacionadas ao conteúdo criado ou modificado com inteligência artificial.

Os requisitos mencionados nas próximas seções têm como objetivo garantir a segurança do usuário ao mesmo tempo em que aproveitam as oportunidades oferecidas pela IA.

É necessário seguir as regras de etiquetagem e divulgação.

Os criadores devem avisar os espectadores quando houver alterações geradas por IA que pareçam realistas ou mídias sintéticas que representem eventos ou discursos fictícios.

Isso engloba a criação de deepfakes em que uma pessoa aparenta estar realizando ou dizendo algo que na verdade não fez.

Será necessário incluir rótulos nos painéis de descrição para identificar conteúdo modificado ou artificial. O YouTube apresentou exemplos de como essas descrições podem ser visualizadas por meio de simulações.

Pode ser necessário incluir um rótulo extra evidente diretamente no player de vídeo para assuntos delicados, como eleições, desastres, funcionários públicos e conflitos.

O YouTube alerta que os criadores que não atendem aos requisitos de divulgação podem enfrentar punições que variam desde a exclusão do vídeo até a suspensão da conta ou a exclusão do Programa de Parceiros do YouTube. A empresa se comprometeu a colaborar de perto com os criadores antes de tomar medidas para garantir uma compreensão completa.

Opções adicionais para solicitar a remoção.

O YouTube possibilitará que as pessoas peçam a exclusão de conteúdos criados por inteligência artificial que apresentem o rosto ou a voz de uma pessoa identificável, sem o seu consentimento. Isso inclui deepfakes que imitem características vocais únicas ou aparências por meio do uso de geração de inteligência artificial.

Em breve, os colaboradores musicais terão a opção de solicitar a remoção de músicas geradas por inteligência artificial que imitam a voz ou o estilo de um artista. O YouTube, ao analisar essas solicitações, levará em consideração aspectos como paródia, interesse público e notícias relevantes sobre o assunto.

Leia Mais:   O Microsoft Copilot AI com Bing utilizará os GPTs da OpenAI e plugins.

Melhoria na moderação de conteúdo com o uso da inteligência artificial.

O YouTube informou que já emprega inteligência artificial para aprimorar a moderação realizada pelos revisores humanos, isso inclui utilizar o aprendizado de máquina para identificar de forma rápida abusos emergentes em grande quantidade.

A IA genética auxilia na ampliação dos dados de treinamento, possibilitando que o YouTube identifique mais rapidamente novos tipos de ameaças e reduza a exposição de conteúdo prejudicial para os revisores.

Criação consciente de novas tecnologias de inteligência artificial.

O YouTube destacou a importância de agir rapidamente no desenvolvimento de novas ferramentas de inteligência artificial para criar um ambiente seguro. Estão sendo feitos esforços para impedir a geração de conteúdo violento por meio de políticas de IA.

A companhia está concentrada em adquirir conhecimento e aprimorar as medidas de segurança por meio do retorno dos usuários e testes desafiadores, a fim de lidar com possíveis tentativas de abuso de forma inevitável.

Uma nova abordagem para a implementação da política.

Embora ainda não tenham sido divulgados os pormenores sobre a implementação, o YouTube possui diversas alternativas para assegurar o cumprimento dos novos requisitos.

A empresa provavelmente utilizará tanto a aplicação de trabalho humano quanto a automatizada.

Uma forma pela qual o YouTube poderia implementar essa política é instruindo seus sistemas de moderação de conteúdo atuais para identificar vídeos que possuam características de mídia produzida por IA e que não apresentem divulgações adequadas.

A realização de auditorias aleatórias em contas de parceiros que utilizam conteúdo de IA também pode identificar possíveis violações.

Uma forma adicional de manter a privacidade seria por meio da implementação de crowdsourcing, onde os usuários poderiam relatar materiais de IA não divulgados.

Leia Mais:   O Google explica como o algoritmo seleciona os trechos de pesquisa.

Entretanto, o YouTube vai além disso, a consistência na aplicação será fundamental para estabelecer expectativas e regras em relação à divulgação.

Observando a parte superior do corpo.

O YouTube demonstrou entusiasmo em relação ao potencial criativo da inteligência artificial, porém também manifestou preocupação com os riscos envolvidos. A empresa busca estabelecer um futuro de IA que seja benéfico tanto para a comunidade criadora como para si mesma.

A atualização de política abrangente oferece aos criadores mais informações sobre o que esperar. É importante estar atualizado sobre as mudanças nas regras do YouTube para manter sua conta em boa situação.

Imagem principal: ícones gate/Shutterstock em destaque.