Thu. Apr 18th, 2024

O YouTube informou sobre a implementação de uma nova funcionalidade no Creator Studio que requer que os criadores indiquem quando seus vídeos contêm conteúdo realista criado ou modificado por inteligência artificial.

Conforme mencionado no anúncio do YouTube:

Os telespectadores estão cada vez mais exigindo maior clareza sobre se o conteúdo que estão assistindo foi modificado ou é artificial.

Para responder a essa necessidade cada vez maior, o YouTube passará a exigir que os criadores avisem seus espectadores quando um vídeo contiver material que pareça ser real, mas que na verdade foi gerado ou editado com inteligência artificial ou outras formas de mídia sintética.

Informações necessárias e instruções de divulgação

As informações serão exibidas como etiquetas na descrição detalhada ou no próprio reprodutor de vídeo.

YouTube Introduces Mandatory Disclosure For AI-Generated Content
Imagem: astrovariable/ShutterStock
YouTube Introduces Mandatory Disclosure For AI-Generated Content
Imagem: driles/Pexels

O YouTube considera que essa nova certificação vai aumentar a transparência com os espectadores e promover a confiança entre os criadores e sua audiência.

Exemplos de informações que necessitarão de compartilhamento abrangem:

  • Modificar eletronicamente um vídeo para trocar o rosto de uma pessoa por outro.
  • Produzindo de forma resumida a voz de um indivíduo para a narração.
  • Modificar fotografias de eventos ou locais reais para que aparentem ser distintos da realidade.
  • Criar representações autênticas de situações imaginárias importantes.

Exclusões da Publicação

O YouTube entende que os criadores costumam utilizar inteligência artificial generativa em diversas etapas do processo criativo e não solicitará a divulgação quando a IA for empregada para atividades produtivas, como a criação de roteiros, ideias de conteúdo ou legendas automáticas.

Além disso, a divulgação não será obrigatória para alterações que não são realistas ou significativas, como ajustes de cor, filtros de iluminação, efeitos especiais ou filtros de beleza.

Leia Mais:   Pesquisadores ampliam o GPT-4 através de uma nova abordagem de estímulo.

Implementación y aplicación de normativas.

Os rótulos serão introduzidos em todos os tipos de superfícies e formatos do YouTube nas próximas semanas, inicialmente no aplicativo móvel e, posteriormente, se expandindo para computadores e televisões.

Enquanto os criadores terão tempo para se adaptar ao novo procedimento, o YouTube pode estudar possíveis medidas a serem tomadas no futuro contra aqueles que não informarem de forma consistente o uso de conteúdo gerado pela inteligência artificial.

Em certas situações, principalmente quando o conteúdo modificado ou resumido pode causar confusão ou enganar o público, o YouTube pode incluir uma etiqueta, mesmo que o criador não a tenha fornecido.

O YouTube está desenvolvendo uma nova abordagem para sua política de privacidade, a fim de possibilitar que as pessoas solicitem a exclusão de conteúdos falsos ou sintéticos que reproduzem a aparência ou a voz de alguém reconhecível.

Pode me fornecer mais detalhes ou o texto para parafrasear?

Conforme os espectadores buscam maior transparência, os profissionais de marketing precisam utilizar conteúdo gerado pela inteligência artificial para manter uma boa posição no YouTube.

Embora a inteligência artificial possa ser uma ferramenta eficaz na produção de conteúdo, é importante que os profissionais de marketing busquem encontrar um equilíbrio entre as habilidades da IA e a preservação de um aspecto humano.

Perguntas comuns

De que forma a recente política do YouTube em relação à exposição de conteúdo gerado por inteligência artificial impacta os produtores de conteúdo?

  • A política exige que os produtores de conteúdo informem se seus vídeos contêm material que foi criado ou modificado de maneira significativa para imitar situações da vida real.
  • As etiquetas de promoção serão incluídas nas descrições dos vídeos ou no próprio player.
  • A falta de cumprimento das exigências de divulgação pode levar o YouTube a tomar medidas de aplicação.
Leia Mais:   12 Ideias de promoção de redes sociais inteligentes que você não está usando

Quais situações permitem não divulgar o conteúdo de IA do YouTube conforme exigido?

  • A inteligência artificial usada para criar conteúdo fictício ou animado, como efeitos especiais e suporte à produção, não requer divulgação.
  • Isso vale também para pequenas modificações, como ajustes de cores, efeitos de iluminação ou melhorias estéticas.

Quais medidas o YouTube adotará caso os criadores não promovam o conteúdo criado pela inteligência artificial?

  • Nos casos em que houver a possibilidade de o material produzido pela inteligência artificial iludir os espectadores, o YouTube pode incluir uma etiqueta de divulgação se o autor não a tiver feito.
  • Os Criadores terão tempo para se adaptarem à nova política, porém, se continuarem a descumprir as regras, poderão ser sujeitos a medidas de punição.
  • O YouTube está aprimorando suas políticas de privacidade para possibilitar que as pessoas solicitem a exclusão de conteúdo criado por inteligência artificial que utilize sua imagem sem autorização.

Ilustração principal: Fotografia de Muhammad Alimaki/Shutterstock