Sun. Jul 14th, 2024

Numa publicação recente nas redes sociais, o Google Search Liaison destaca que não existe uma fórmula específica para criar uma página perfeita que garanta um bom posicionamento nos resultados de pesquisa.

A afirmação tem início:

Atualmente, gostaria de discutir a ideia de que existe uma fórmula “perfeita” que deve ser utilizada para obter uma alta classificação nos resultados de pesquisa do Google.

O Google afirma que não há uma fórmula universal de classificação, embora algumas pessoas acreditem que palavras-chave específicas, estruturas de página ou outras otimizações possam garantir uma alta posição nos resultados de busca.

O comunicado prossegue:

“Ninguém deve sentir que é necessário seguir uma fórmula mítica, pois essa crença existe desde antes da popularização do Google.”

É relevante considerar a contagem de palavras para otimização de conteúdo em SEO?

Desvendando falsas crenças sobre SEO

Frequentemente, as ferramentas externas de SEO sugerem a criação de páginas de maneiras específicas para alcançar bons resultados nos mecanismos de busca. No entanto, o Google afirma que essas ferramentas não são capazes de prever as classificações.

Frequentemente, a orientação sobre ferramentas se baseia em buscar uma média entre as páginas mais relevantes, enquanto o algoritmo do Google dá importância às características únicas e distintas.

O aconselhamento de fontes externas e até mesmo de artigos de notícias pode indicar certas coisas. No entanto, seguir esses conselhos não garante uma classificação mais alta. Além disso, essas previsões e conselhos costumam ser baseados em análises de médias, o que não leva em consideração que páginas totalmente diferentes e únicas podem ter sucesso nas buscas.

Ao invés de seguir fórmulas, a recomendação do Google é concentrar-se em ser atencioso e significativo para os utilizadores.

Leia Mais:   É simples criar um site Revamp com o Google.

Por exemplo, se um autor é relevante para o propósito de uma página para os leitores, deve ser incluído – mas não apenas porque se acredita que possa melhorar as classificações.

A conclusão da declaração da Liga é a seguinte:

O Google recomenda que o foco principal seja em criar conteúdo útil para os leitores. Por exemplo, se for relevante para os leitores ter um byline em um artigo, é recomendado que seja incluído. No entanto, não se deve fazer isso apenas porque se ouviu dizer que ter um byline melhora o posicionamento no Google, pois isso não é verdade.

Priorize seus leitores e público. Seja útil para eles. Ao fazer isso, você estará mais inclinado a se adequar aos indicadores que usamos para reconhecer e valorizar conteúdo.

Pontos principais abordados.

A mensagem principal do Google é que devemos adotar uma abordagem centrada no leitor.

Para aqueles que buscam um método infalível para garantir bons rankings, a mensagem do Google continua a mesma – não existe uma fórmula perfeita. No entanto, a criação de conteúdo que seja realmente útil ainda é recompensada.

A imagem em foco é fornecida por egaranugrah/Shutterstock.