Thu. Dec 7th, 2023

À medida que as transações online se tornam mais prevalentes , as empresas precisam entender as diferenças entre gateways de pagamento e processadores de pagamento. Embora os dois termos sejam frequentemente usados ​​de forma intercambiável, eles representam componentes distintos do cenário de pagamentos. Este artigo fornecerá uma visão detalhada dos gateways de pagamento e processadores de pagamento, destacando suas funções, principais diferenças, prós e contras e como escolher a solução certa para o seu negócio.

O que é gateway de pagamento? Como ele ajuda a sua empresa? - Cielo Blog

O que é um gateway de pagamento?

Um gateway de pagamento é um aplicativo de software que facilita a transferência de dados de pagamento de um comprador, por meio do site do comerciante, para o banco adquirente ou processador de pagamento. Efetivamente, um gateway de pagamento faz a mediação entre o site do comerciante e o processador de pagamento. Os gateways de pagamento são responsáveis ​​por criptografar e rotear os dados de pagamento, verificar os detalhes do cartão e as informações da transação e retornar o resultado da transação (aprovada ou recusada) ao lojista. Os gateways de pagamento também fornecem uma variedade de recursos de segurança, como criptografia SSL/TLS, tokenização e detecção de fraude.

Os gateways de pagamento desempenham um papel crucial no processo de pagamento, garantindo que os dados de pagamento sejam transmitidos de forma segura e eficiente. Eles também fornecem aos comerciantes dados valiosos, como histórico de transações e informações do cliente, que podem ser usados ​​para melhorar suas operações comerciais e a experiência do cliente.

Leia também: O que é um gateway de pagamento, como funciona e por que os varejistas on-line precisam dele

O que é um processador de pagamento?

Um processador de pagamento é uma instituição financeira ou empresa terceirizada que recebe solicitações de pagamento de gateways de pagamento e as comunica às redes de cartões (por exemplo, Visa, MasterCard). Os processadores de pagamento atuam como intermediários entre o banco do comerciante e o banco emissor do cliente. Eles verificam a disponibilidade de fundos, executam a transação e liquidam os fundos na conta do comerciante.

Os processadores de pagamento também fornecem serviços de gerenciamento de risco, como prevenção de fraude, gerenciamento de estorno e conformidade. Os processadores de pagamento são responsáveis ​​por garantir que as transações sejam processadas com precisão e eficiência. Eles também desempenham um papel crítico no gerenciamento de riscos e na detecção e prevenção de transações fraudulentas. Os processadores de pagamento trabalham em estreita colaboração com os gateways de pagamento e os comerciantes para garantir que as transações sejam processadas sem problemas e com segurança.

Consulte também: O que é um processador de pagamento terceirizado? O Guia Definitivo

Gateway de pagamento x processador de pagamento: principais diferenças entre os dois

Embora os gateways de pagamento e os processadores de pagamento sejam semelhantes, existem várias diferenças importantes que vale a pena observar:

Funcionalidade e Finalidade

A principal diferença entre gateways de pagamento e processadores de pagamento é sua funcionalidade e finalidade. Os gateways de pagamento são responsáveis ​​por coletar dados de pagamento dos compradores, enquanto os processadores de pagamento são responsáveis ​​por processar e liquidar os pagamentos. Os gateways de pagamento atuam como uma interface de front-end para os comerciantes, enquanto os processadores de pagamento operam no back-end.

Leia também: Comparação de taxas de processamento de cartão de crédito: obtenha a melhor taxa para seu SMB

Leia Mais:   Relação entre comércio eletrônico e nuvem

Os gateways de pagamento são projetados para fornecer aos compradores uma experiência de pagamento perfeita e segura. Eles permitem que os compradores insiram suas informações de pagamento, como detalhes do cartão de crédito, e as transmitam com segurança ao processador de pagamento. Os gateways de pagamento também fornecem aos comerciantes ferramentas para gerenciar transações, como reembolsos, estornos e prevenção de fraudes.

Por outro lado, os processadores de pagamento são responsáveis ​​por receber os dados de pagamento do gateway de pagamento e processá-los com as redes de cartões relevantes e bancos emissores. Eles garantem que o pagamento seja autorizado, capturado e liquidado de forma rápida e segura. Os processadores de pagamento também fornecem aos comerciantes ferramentas de relatório e reconciliação para gerenciar suas transações e liquidações.

Segurança e Conformidade

Outra diferença crítica entre gateways de pagamento e processadores de pagamento são seus recursos de segurança e conformidade. Os gateways de pagamento são responsáveis ​​por proteger os dados da transação à medida que fluem do comprador para o processador de pagamento. Eles fornecem várias camadas de segurança, como criptografia, tokenização e detecção de fraude.

Por outro lado, os processadores de pagamento são responsáveis ​​por verificar a autenticidade da transação e garantir a conformidade com os padrões e regulamentos do setor, como o PCI DSS. Eles usam ferramentas avançadas de detecção e prevenção de fraudes para detectar e prevenir transações fraudulentas. Os processadores de pagamento também trabalham em estreita colaboração com redes de cartões e bancos emissores para garantir que as transações sejam autorizadas e liquidadas de acordo com suas regras e regulamentos.

Integração e Compatibilidade

Gateways de pagamento e processadores de pagamento também diferem em termos de integração e compatibilidade. Os gateways de pagamento geralmente se integram ao site de um comerciante ou à plataforma de comércio eletrônico usando APIs ou plug-ins. Eles devem ser compatíveis com o carrinho de compras do lojista, o fluxo de pagamento e o ambiente de hospedagem na web.

Por outro lado, os processadores de pagamento precisam ser compatíveis com redes de cartões e bancos emissores. Eles precisam oferecer suporte a vários métodos de pagamento, moedas e países. Os processadores de pagamento também devem estar integrados ao gateway de pagamento para receber e processar os dados de pagamento.

Preços e taxas

Por fim, os gateways de pagamento e os processadores de pagamento diferem em preços e estrutura de taxas. Os gateways de pagamento normalmente cobram taxas de transação, taxas mensais, taxas de configuração e, às vezes, taxas por transação. Alguns gateways de pagamento também podem oferecer descontos por volume ou preços personalizados para comerciantes de alto volume.

Os processadores de pagamento geralmente cobram uma porcentagem do valor da transação por meio de taxas fixas e de intercâmbio. As taxas de intercâmbio são taxas cobradas pelas redes de cartões e bancos emissores pelo processamento da transação. Os processadores de pagamento também podem cobrar taxas adicionais por gerenciamento de risco e serviços de conformidade.

Em conclusão, gateways de pagamento e processadores de pagamento são componentes essenciais do ecossistema de pagamento online. Embora tenham funcionalidades e propósitos diferentes, eles trabalham juntos para fornecer uma experiência de pagamento perfeita e segura para compradores e comerciantes.

As diferenças entre gateway de pagamento e processador de pagamento.

Vantagens e Desvantagens dos Gateways de Pagamento

Quando se trata de transações online, os gateways de pagamento tornaram-se uma parte essencial do processo. Eles permitem que os comerciantes aceitem pagamentos de clientes com segurança e eficiência. No entanto, como qualquer outra tecnologia, os gateways de pagamento vêm com seu próprio conjunto de vantagens e desvantagens. Vamos dar uma olhada em alguns deles.

Leia Mais:   Sites de financiamento coletivo

Prós de usar um gateway de pagamento

  • Fácil integração com plataformas de comércio eletrônico e carrinhos de compras: os gateways de pagamento são projetados para integrar-se perfeitamente com plataformas de comércio eletrônico e carrinhos de compras, tornando mais fácil para os comerciantes configurar e gerenciar suas lojas online.
  • Suporte a vários métodos de pagamento e moedas: os gateways de pagamento oferecem suporte a uma ampla variedade de métodos de pagamento e dinheiro, permitindo que os comerciantes atendam a clientes de diferentes partes do mundo. Plataformas de pagamento recorrentes como Chargebee , por exemplo, oferecem mais de 23 gateways de pagamento e mais de 100 moedas.
  • Carga de conformidade PCI reduzida para os comerciantes: os gateways de pagamento são compatíveis com PCI, o que significa que os comerciantes não precisam se preocupar em atender aos rígidos padrões de segurança definidos pela indústria de cartões de pagamento.
  • Recursos de segurança aprimorados, como tokenização e detecção de fraude: os gateways de pagamento usam recursos avançados de segurança, como tokenização e detecção de fraude, para proteção contra transações fraudulentas.

Contras de usar um gateway de pagamento

  • Taxas adicionais sobre as taxas do processador de pagamento: os gateways de pagamento cobram taxas adicionais sobre as taxas do processador de pagamento, que podem aumentar e consumir os lucros de um comerciante.
  • Dependência do tempo de atividade e disponibilidade do gateway de pagamento: os gateways de pagamento são serviços de terceiros, o que significa que os comerciantes dependem de seu tempo de atividade e disponibilidade. Se o gateway de pagamento cair, os comerciantes não poderão processar as transações.
  • Maior risco de falhas de transação devido a várias partes envolvidas: os gateways de pagamento envolvem várias partes, como o comerciante, o processador de pagamento e o banco do cliente. Isso aumenta o risco de falhas de transação devido a falhas de comunicação ou problemas técnicos.
  • Opções de personalização restritas para páginas de checkout: os gateways de pagamento oferecem opções de personalização limitadas para páginas de checkout, tornando difícil para os comerciantes criar uma experiência de compra perfeita para seus clientes.

Apesar dessas desvantagens, os gateways de pagamento continuam sendo uma parte essencial da experiência de compra online. Eles fornecem uma maneira segura e eficiente para os comerciantes aceitarem pagamentos de clientes em todo o mundo.

Vantagens e Desvantagens dos Processadores de Pagamento

Prós de usar um processador de pagamento

  • Ponto único de contato para processamento de pagamentos e gerenciamento de riscos
  • Preços, taxas e prazos de liquidação padronizados
  • Maior aceitação de métodos de pagamento e moedas
  • Maior controle sobre o fluxo de checkout e a experiência do cliente

Contras de usar um processador de pagamento

  • Requisitos complexos de integração e compatibilidade
  • Maior carga de conformidade PCI para comerciantes
  • Menor flexibilidade em termos de segurança e opções de conformidade
  • Maior risco de transações fraudulentas e estornos

Escolhendo a solução certa para o seu negócio

Avaliando suas necessidades de negócios

Antes de selecionar um gateway de pagamento ou processador de pagamento, é crucial avaliar suas necessidades e expectativas de negócios. Alguns fatores-chave a serem considerados incluem o seguinte:

  • Dados demográficos e preferências de pagamento do seu cliente-alvo
  • Seu modelo de negócios e fluxos de receita
  • Sua plataforma de comércio eletrônico e requisitos de hospedagem
  • Suas necessidades de gerenciamento de riscos e conformidade
  • Seu orçamento e volume de transação esperado
Leia Mais:   5 estratégias exclusivas de geração de demanda para capturar leads de alta qualidade

Comparando os principais provedores de gateway de pagamento

Alguns provedores de gateway de pagamento populares incluem PayPal, Stripe, Authorize.net e Braintree. Ao comparar provedores de gateway de pagamento, considere preços, taxas, conjunto de recursos, confiabilidade, suporte ao cliente e opções de integração.

Leia também: Meu SMB deve aceitar PayPal, Venmo e CashApp?

Comparando os principais provedores de processadores de pagamento

Alguns provedores de processadores de pagamento populares incluem Worldpay, Adyen, Square e Stripe. Ao comparar fornecedores de processador de pagamento, considere preços, taxas, conjunto de recursos, compatibilidade, segurança e fatores de gerenciamento de risco.

A escolha entre um gateway de pagamento e um processador de pagamento depende de suas necessidades e objetivos de negócios. Enquanto os gateways de pagamento oferecem conveniência e segurança, os processadores de pagamento fornecem controle e personalização. Ao avaliar seus requisitos e comparar fornecedores, você pode tomar uma decisão informada que maximize sua lucratividade e a satisfação do cliente.

Gateway de pagamento e processadores não são suficientes: você também precisa de um sistema POS

A terceira peça do quebra-cabeça em relação à aceitação de pagamentos é um sistema de ponto de venda (POS) . Enquanto gateways de pagamento e processadores de pagamento são usados ​​para enviar e receber pagamentos, um sistema POS é usado para processar a venda. 

Leia também: Sistemas POS vs. Serviços Comerciais: Qual a Diferença?

Quando um cliente faz uma compra, o sistema POS inicia a transação enviando as informações de pagamento para o gateway de pagamento. O gateway de pagamento então se comunica com o processador de pagamento para verificar a transação e verificar se os fundos estão disponíveis. Depois que o processador de pagamento confirma a transação, o gateway de pagamento envia uma mensagem de aprovação de volta ao sistema POS e a compra é concluída.

Um sistema POS realiza muitas funções críticas:

  1. Rastrear vendas e estoque
  2. Fornecer atendimento ao cliente
  3. Calcular impostos
  4. imprimir recibos
  5. Ofereça programas de fidelidade

Além disso, você pode usar seu sistema POS para gerar relatórios em tempo real e acompanhar o desempenho dos funcionários. Com um sistema POS, seria mais fácil acompanhar as transações e monitorar a eficiência do seu negócio à medida que ele cresce. Portanto, se você planeja abrir uma loja online ou aceitar pagamentos em uma loja física, certifique-se de escolher o sistema POS certo para o seu negócio . 

Além disso, o sistema POS também é vital para proteger os varejistas contra fraudes. Um bom sistema POS pode ajudar a verificar a autenticidade dos cartões de crédito e débito, detectar transações suspeitas e prevenir atividades fraudulentas antes que elas ocorram. Ao incorporar esses recursos em seu sistema de PDV, os varejistas podem reduzir o risco de estornos e outras perdas relacionadas a fraudes. 

Em resumo, o sistema POS é um elo crucial na cadeia de processamento de pagamentos, conectando varejistas ao gateway e processador de pagamento, fornecendo insights de dados valiosos e protegendo-os contra fraudes. É uma ferramenta crítica que pode ajudar os varejistas a administrar seus negócios com mais eficiência, reduzir custos e aumentar a receita. Experimente o KORONA POS clicando no botão abaixo.